segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Borboleta




Para Vocês Mônica e Etty as minhas grandes


ensentivadoras. Bjs.


Em 2009 eu quero minha vida mais leve. Com menos carga, menos culpa, menos remorso, menos compromisso de hora marcada. Quero esvaziar as gavetas da alma, jugar tudo no chão, fazer uma faxina. Silenciar as vozes... pensar menos... viver mais... Vestir mais branco... Olhar o céu... ver o azul... tomar mais sorvete... sentir o vento.... pisar na areia... sentir o cheiro de terra depois a chuva...... comer mais pão... sem brigar com a balança... sair de cara lavada...brincar com meu cachorro... sorrir para os meus vizinhos. Eu quero não carregar mais o peso do meu passado... dos amores que não deram certo ou que não vivi... das oportunidades que perdi. Da carreira profissional que deveria ter deslanchado. Da cobrança a sociedade. Quero Tudo com mais QUALIDADE. Quero olhar menos para o relógio... quero mais elegância... afinal a elegância mora no simples... quero uma alma elegante... Um amor mais leal... mais intenso... mais profundo... mais corajoso... mais sincero. Quero ser mais leal comigo. Quero dinheiro para realizar meus sonhos... Quero aprender a tomar vinho... Quero mais roupas de seda e lençois de cetim... quero dormir melhor. Sentir o cheiro da roupa lavada e perfumada, quero o cheiro das flores... Quero escrever sem ter medo de assasinar o portugues. Quero ir ao teatro... ouvir música boa no último volume... dançar até ficar exausta. Quero tatuagem. Beijar na boca e ser feliz. Quero me sentir confortável comigo mesmo. Quero me reinventar. Me despir de preconceitos e conceitos antigos. Ao acordar pela manhã ter a coragem de ser uma pessoa diferente a cada dia. Quero Ser borboleta.
Tatuagem
Chico Buarque - Ruy Guerra/1972-1973
(Para a peça Calabar de Chico Buarque e Ruy Guerra)
Quero ficar no teu corpo feito tatuagem
Que é pra te dar coragem

Pra seguir viagem
Quando a noite vem

E também pra me perpetuar em tua escrava
Que você pega,

esfrega, nega

Mas não lava

Quero brincar no teu corpo feito bailarina

Que logo se alucina

Salta e te ilumina

Quando a noite vem

E nos músculos exaustos do teu braço

Repousar frouxa, murcha, farta

Morta de cansaço

Quero pesar feito cruz nas tuas costas

Que te retalha em postas

Mas no fundo gostas

Quando a noite vem

Quero ser a cicatriz risonha e corrosiva

Marcada a frio,

a ferro e fogo

Em carne viva

Corações de mãe

Arpões,

sereias e serpentes


Que te rabiscam o corpo todo

Mas não sentes


IMG_0359sandália

2 comentários:

Etiene Oliveira disse...

Amiga..
Seu texto está lindíssimo! Amei!
Olha, não precisa ter medo de escrever, pois o que tem dentro de você é muito lindo!
Amei as tatuagens e creio que você vai escolher uma bem bonita, pois você tem bom gosto!
Beijos...Continue escrevendo que eu e Mônica vamos adorar!
Bye

Armazém 13 disse...

Bonitas tatuagens! Um "hello" de Portugal!

http://outlet13ericeira.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...