sábado, 31 de março de 2012

Amor em Quatro Patas




Imagens retiradas do Face

Casamento Rita e Batata - Novela Avenida Brasil


Achei a cena lúdica e comovente...
Olá, meninas!!!
Quem está acompanhando a novela Avenida Brasil (rede Globo)?
Bom, por enquanto eu estou..rssssss.

No episódio de hoje aconteceu o casamento da pequena Rita (Mel Maia) com o Batata (Bernardo Simões) no lixão, onde vivem.

A mini-noiva usou um vestido feito de retalhos do próprio lixão, as alianças pelo que percebi foram feitas com anel de latinha.
Para quem não viu, algumas fotos abaixo:












E vocês, o que acharam?
Um grande abraço e até o próximo post.
Estas imagens foram retiradas do blog da minha colega: Aline  Cunha.


Seu blog é :
http://ellascerimonialeeventos.blogspot.com.br/

quinta-feira, 29 de março de 2012

Continue em Frente - Joyce Mayer

Derreter Chocolate no Micro-ondas

Bombons Caseiros





Imagem Google
















Bombom de Damasco
  • Ingredientes
  • 1/2 xícara de leite condensado
  • 2 colheres de sopa de coco ralado grosseiramente
  • 1/2 colher de sobremesa de licor de laranja (pode ser substituído por essência de laranja)
  • 5 damascos secos
  • 100g de chocolate ao leite

  • 100g de chocolate meio-amargo
  • Modo de Preparo
  1. Em uma panela misture o leite condensado, o coco e o licor
  2. Leve ao fogo baixo até dar o ponto de enrolar
  3. Espere esfriar
  4. Corte os damascos como se fossem pães e recheie com a mistura anterior
  5. Leve ao congelador
  6. Enquanto isso derreta os chocolates em banho-maria, após derretido coloque em uma vasilha de vidro e bata com uma espátula até esfriar
  7. Pegue os damascos recheados, passe no chocolate e leve à geladeira por uns 10 minutos
    Informações Adicionais
  1. Sugestões:
    Pode-se decorar com tinta comestível ou com chocolate branco.
    Se preferir pode-se trocar os chocolates por 200g de chocolate blend ou por chocolate branco.

terça-feira, 27 de março de 2012

Mulheres Tatuadas








Maquiagem - Pin Up




Uma pin-up é uma modelo cujas imagens sensuais produzidas em grande escala exercem um forte atrativo na cultura pop. Destinadas à exibição informal, as pin-ups constituem-se num tipo leve de erotismo. As mulheres consideradas pin-ups são geralmente modelos e atrizes.
via Wikipedia


Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/ 
Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/ 
Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/ 
Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/ 
Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/ 
Pin-up reais

http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/
Pin-up reais
http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/
Pin-up reais

Pin-up reais
http://fottus.com/desenhos/pin-up-reais/

Flan Préstigio

Trufa de Coco e Chocolate Branco

segunda-feira, 26 de março de 2012

receitas de bombons caseiros


 


Bombom de castanha de caju
Ingredientes:

1 xícara de castanha de caju 
1 lata de leite condensado 
1/2 xícara de passas sem sementes 
1 colher de sopa de manteiga 
300g de chocolate de cobertura ao leite 

Modo de Preparo: 
Bata no liquidificador as castanhas e as passas até obter uma pasta. Junte ao leite condensado e à manteiga e leve ao fogo brando. Mexa até desprender do fundo da panela (aproximadamente 10 minutos). Despeje a massa num prato untado e deixe esfriar. Faça bolinhas e passe pelo chocolate temperado. Deixe secar

Bombom de morango

Ingredientes:

500g de cobertura de chocolate ao leite (temperado) 
3 colheres (sopa) de geléia de morango 
150 g de fondant 

Modo de Preparo: 
Tempere o chocolate. Introduza-o nas forminhas, puxe para as borda, deixe secar, recheie com fondant misturado com geléia e cubra com o chocolate.

Bombons recheados com creme de avelã

Ingredientes:

bombons
500 g de chocolate ao leite 
1 fôrma 1 para bombons 
creme
1 caixinha de leite condensado 
1 colher (sopa) de manteiga 
4 colheres (sopa) de chocolate em pó 
1 xícara (chá) de avelãs 

Modo de Preparo: 
Creme: em uma panela, coloque o leite condensado, a manteiga e o chocolate. Leve ao fogo e cozinhe, mexendo sempre. Assim que o creme começar a engrossar, retire, acrescente as avelãs moídas e deixe esfriar. Bombons: Raspe a barra de chocolate com uma faca e coloque as raspas em um recipiente de vidro alto. À parte, coloque água em uma panela e leve ao fogo até aparecerem bolhinhas de fervura no fundo e um leve vapor. Retire a panela do fogo e, dentro dela, coloque o recipiente de vidro por 15 minutos, sem mexer. Com o auxílio de uma colher de plástico, misture o chocolate até que derreta por completo, obtendo assim uma massa homogênea. Despeje-o em outro recipiente de vidro, ou em uma pedra de mármore seca e, com uma espátula de plástico, misture bem até o chocolate esfriar. Volte ao mesmo recipiente. Na fôrma de bombons, coloque uma camada fina de chocolate com a ajuda de um pincel ou uma colher. Limpe as bordas da fôrma e coloque-a, virada para baixo, em uma bandeja ou tábua forrada com papel-manteiga ou alumínio. Leve à geladeira por 10 minutos. Recheie os bombons com 1 colher (chá) de creme já frio e, em seguida, complete com o restante do chocolate, retirando o excesso com uma espátula. Leve à geladeira por 20 minutos. Desenforme os bombons e mantenha-os em temperatura ambiente. Embrulhe-os somente após 6 horas.

Receita de Bombom com Mousse de Chocolate Branco 

Ingredientes desta Receita: 
300 g de cobertura chocolate com leite 
• 2 colheres (chá) de essência de baunilha 
• 1 lata de creme de leite 
• 1 pacote de gelatina em pó sem sabor 
• 4 colheres (sopa) de açúcar 
• 2 ovos 
• 1 tablete grande de galak picado 

Preparo da Receita
Derreta o Galak em banho-maria e reserve. Bata as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado e fofo. Misture o Galak e reserve. Junte cinco colheres (sopa) de água fria à gelatina e leve ao fogo em banho-maria até dissolver. Misture com o creme de Galak, adicione o Creme de Leite, a essência de baunilha e misture bem. Incorpore as claras em neve delicadamente ao creme de Galak. Leve à geladeira por cerca de 4 horas ou até que esteja firme. Derreta o Chocolate conforme as indicações da embalagem. Preencha uma fôrma para bombons com o Chocolate. Vire a fôrma, e dê pequenos batimentos repetidos para que o chocolate penetre em todos os espaços e não forme bolhas de ar. Vire a fôrma e retire o excesso de chocolate, deixando apenas o revestimento da parte interna. Mantenha a fôrma virada e leve à geladeira para secar. Depois de secos, recheie os bombons com a mousse. Cubra as cavidades com Chocolate, fechando os bombons. Volte a vibrar a fôrma, fazendo com que o chocolate penetre em todos os espaços vazios. Nivele com uma espátula e leve à geladeira para secar os bombons. Retire da geladeira e desenforme-os quando estiverem completamente secos.

Bombom de Uva
  
INGREDIENTES: 
1 lata de leite condensado (395 g
1 gema 
1 cacho de uvas brancas 
300 g de chocolate cobertura ao leite 
Açúcar refinado 
Papel manteiga 
Forminhas de papel 

MODO DE PREPARO:

Leve ao fogo o leite condensado com a gema peneirada, mexendo até desgrudar do fundo da panela.

Retire, deixe esfriar em um prato por no mínimo 6 horas (para que a massa descanse).

Modele a massa nas mãos, formando capinhas para as uvas.

Enrole uma a uma e passe levemente no açúcar e pela cobertura de chocolate, dissolvida em banho-maria.

Está pronto essa delícia de docinho.
Bombom de Marshmallow e Maracujá

- 100 gr de marshmallow
- 1 colher(es) (chá) de emulsificante
- 1/2 xícara(s) (chá) de suco de maracujá
- 1 xícara(s) (chá) de água
- 500 gr de chocolate preto dietético


Em uma batedeira, bata o marshmallow, o emulsificante, a água e o suco de maracujá, até fique com uma consistência cremosa. Reserve. 
Derreta o chocolate em banho-maria. Mexa até esfriar. Coloque nas forminhas, leve à geladeira até ficar firme. Coloque o recheio, cubra com o chocolate e leve novamente à geladeira. Desenforme quando a forminha estiver transparente.

Bombom de brigadeiro com morango

INGREDIENTES: 

Massa: 

2 latas de leite condensado 
3 colheres de sopa de chocolate em pó 
1 colher de sopa de margarina 

Recheio: 

2 caixas de morangos, lavados, secos, firmes (sem machucados) e sem folhas 

Cobertura: 

800 g de chocolate ao leite hidrogenado picado (de boa qualidade) 

MODO DE PREPARO:

Massa:

Misture tudo em uma panela, leve ao fogo médio/baixo, mexendo sempre até desgrudar da panela, (ponto de brigadeiro).

Ou no microondas: misture tudo em uma vasilha que vá ao microondas funda para mais ou menos 7 minutos mexendo a cada minuto.

Depois de pronto (tanto no fogo como no microondas) coloque em uma vasilha untada com margarina, espere esfriar.

Leve ao freezer para 1 hora, ou 3 horas na geladeira.

Montagem:

Pegue uma colher de massa abra nas mãos.

Coloque um morango e cubra bem o morango com a massa.

Coloque em uma forma ou tabuleiro forrado com papel manteiga.

Faça isso até acabar os morangos.

Leve para geladeira e reserve.

Cobertura:

Coloque o chocolate em uma vasilha, e leve ao microondas por mais ou menos 3 minutos, mexendo na metade do tempo.

Se precisar coloque mais 1 minuto, e mexa bem até ficar totalmente derretido.

Mergulhe os bombons no chocolate, escorra e coloque numa forma ou tabuleiro forrado com papel manteiga e leve a geladeira para secar.

Coloque em forminhas de papel ou embale com papel filme.

Dica:Você poderá substituir a cobertura de chocolate, chocolate branco, ou chocolate meio amargo, ou por chocolate granulado, ou castanhas ou nozes moídas.

Para isso é só passar no granulado, castanha ou nozes quando terminar de enrolar o morango.

INGREDIENTES: 
300g de chocolate meio amargo picado 
2 latas de leite condensado 
4 gemas 
4 colheres sopa de chocolate em pó 
1 colher cha de manteiga 
  
Veja a tabela de conversão de medidas.
(gramas para xícaras, colheres, etc.) 1h 00min 50 porções 

MODO DE PREPARO:

derreta o chocolate em banho-maria ou microondas e reserve.

leve ao fogo os ingredientes restantes, mexendo sempre até soltar do fundo da panela.

coloque em um prato para esfriar.

faça bolinhas e banhe no chocolate derretido.

deixe secar e sirva.
1 tabelete de chocolate negro
1/2 tabelete de chocolate de leite 
Nozes
Côco
Cacau
  
Bombons de chocolate amargo e nozes
Comece por derreter o chocolate negro no microondas e junte algumas colheres de cacau (para aumentar o sabor a cacau amargo). Barre as formas de silicone para formar a película exterior. Coloque o recheio (noz) e barre por cima para formar a base.

Bombons com recheio de côco

Barre as formas de silicone com o chocolate negro misturado com o cacau para formar a película exterior. Faça o recheio derretendo chocolate de leite e misturando com côco. Quando a película exterior começar a solidificar junte uma colher de recheio em cada forma e cubra com chocolate amargo para formar a base. 
Deixe solidificar à temperatura ambiente (se estiver frio) ou coloque no frigorífico e desenforme. Se deixar solidificar no frigorífico, deve retirar os bombons algumas horas antes de servir para que as manchas brancas que se formam desapareçam.


terça-feira, 13 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012



Maestro e compositor brasileiro
Heitor Villa-Lobos
05/03/1887, Rio de Janeiro (RJ)
17/11/1959, Rio de Janeiro (RJ)

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

Heitor Villa-Lobos usou a música popular como base para as suas peças eruditas

Heitor Villa-Lobos se tornou conhecido como um revolucionário que provocava um rompimento com a música acadêmica no Brasil. As viagens que fez pelo interior do país influenciaram suas composições. Entre elas, destacam-se: "Cair da Tarde", "Evocação", "Miudinho", "Remeiro do São Francisco", "Canção de Amor", "Melodia Sentimental", "Quadrilha", "Xangô", "Bachianas Brasileiras", "O Canto do Uirapuru", "Trenzinho Caipira".

Em 1903, Villa-Lobos terminou os estudos básicos no Mosteiro de São Bento. Costumava juntar-se aos grupos de choro, tocando violão em festas e em serenatas. Conheceu músicos famosos como Catulo da Paixão Cearense, Ernesto Nazareth, Anacleto de Medeiros e João Pernambuco.

No período de 1905 a 1912, Villa-Lobos realizou suas famosas viagens pelo norte e nordeste do país. Ficou impressionado com os instrumentos musicais, as cantigas de roda e os repentistas. Suas experiências resultaram, mais tarde, em "O Guia Prático", uma coletânea de canções folclóricas destinadas à educação musical nas escolas.

Em 1915, Villa-Lobos realizou o primeiro concerto com suas composições. Nessa época, já havia composto suas primeiras peças para violão "Suíte Popular Brasileira", peças para música de câmara, sinfonias e os bailados "Amazonas" e "Uirapuru". A crítica considerava seus concertos modernos demais. Mas à medida que se apresentava no Rio e São Paulo, ganhava notoriedade.

Em 1919, apresentou-se em Buenos Aires, com o Quarteto de Cordas no 2. Na semana da Arte Moderna de 1922, o aceitou participar dos três espetáculos no Teatro Municpal de São Paulo, apresentando, entre outras obras, "Danças Características Africanas" e "Impressões da Vida Mundana".

Em 30 de junho de 1923, Villa-Lobos viajou para Paris financiado pelos amigos e pelos irmãos Guinle. Com o apoio do pianista Arthur Rubinstein e da soprano Vera Janacópulus, Villa-Lobos foi apresentado ao meio artístico parisiense e suas apresentações fizeram sucesso.

Retornou ao Brasil em final de 1924. Em 1927, voltou à Paris com sua esposa Lucília Guimarães, para fazer novos concertos e iniciar negociações com o editor Max Eschig. Três anos depois, voltou ao Brasil para realizar um concerto em São Paulo. Acabou por apresentar seu plano de Educação Musical à Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Em 1931, o maestro organizou uma concentração orfeônica chamada "Exortação Cívica", com 12 mil vozes. Após dois anos assumiu a direção da Superintendência de Educação Musical e Artística. A partir de então, a maioria de suas composições se voltou para a educação musical. Em 1932, o presidente Vargas tornou obrigatório o ensino de canto nas escolas e criou o Curso de Pedagogia de Música e Canto. Em 1933, foi organizada a Orquestra Villa-Lobos.

Villa-Lobos apresentou seu plano educacional, em 1936, em Praga e depois em Berlim, Paris e Barcelona. Escreveu à sua esposa Lucília pedindo a separação, e assumiu seu romance com Arminda Neves de Almeida, que se tornou sua companheira. De volta ao Brasil, regeu a ópera "Colombo" no Centenário de Carlos Gomes e compôs o "Ciclo Brasileiro" e o "Descobrimento do Brasil" para o filme do mesmo nome produzido por Humberto Mauro, a pedido de Getúlio Vargas.

Em 1942, quando o maestro Leopold Stokowski e a The American Youth Orchestra foram designados pelo presidente Roosevelt para visitar o Brasil O maestro Stokowski realizou concertos no Rio de Janeiro e solicitou a Villa-Lobos que selecionasse os melhores músicos e sambistas, a fim de gravar a Coleção Brazilian Native Music. Villa-Lobos reuniu Pixinguinha, Donga, João da Baiana, Cartola e outros, que sob sua batuta realizaram apresentações e gravaram a coletânea de discos, pela Columbia Records.

Em 1944/45, Villa-Lobos viajou aos Estados Unidos para reger as orquestras de Boston e de Nova York, onde foi homenageado. Em 1945 fundou a Academia Brasileira de Música. Dois anos antes de sua morte, o maestro compôs "Floresta do Amazonas"para a trilha de um filme da Metro Goldwyn Mayer. Realizou concertos em Roma, Lisboa, Paris, Israel, além de marcar importante presença no cenário musical latino-americano.

Praticamente residindo nos EUA entre 1957 e 1959, Villa-Lobos retornou ao Brasil para as comemorações do aniversário do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Com a saúde abalada, foi internado para tratamento e veio a falecer em novembro de 1959.

Principais Obras:

Música Orquestral

12 sinfonias (1916–1957)
Uirapuru (1917)
Amazonas (1917)
Choros
n.º 06 (1926)
n.º 08 (1925)
n.º 09 (1929)
n.º 11 (1928)
n.º 12 (1929)
Bachianas brasileiras
n.º 01 (1930) para 12 Violoncellos
n.º 02 (1930) para orquestra
n.º 03 para piano e orquestra (1938)
n.º 04 (1936) para piano ou para orquestra
n.º 05 (1938-1945) para soprano e 8 violoncellos
n.º 06 (1938) para flauta e fagote
n.º 07 (1942) para orquestra
n.º 08 (1944)
n.º 09 (1945) para orquestra e choro
Erosão (1950)
Odisseia de uma Raça (1953)
Gênesis (1954)
Emperor Jones (1956)
Momoprecoce para piano e orquestra (1929)
5 concertos para piano e orquestra (1945, 1948, 1957, 1954, 1954)
Martírio dos Insetos para violino e orquestra (1925)
2 concertos para violoncelo e orquestra (1913, 1955)
Concerto para Violino e Orquestra (1951)
Concerto para violão e pequena orquestra (1951)
Concerto para Harpa e Orquestra (1953)
Concerto para Harmônica e Orquestra (1953)
Ciranda das Sete Notas para fagote e orquestra (1953)
Fantasia para Violoncelo e Orquestra (1945)
Concerto grosso (1958)

Piano

Danças Características Africanas (1914)
Prole do Bebê n.º 01 (1918)
Prole do Bebê n.º 02 (1921)
Lenda do Caboclo (1920)
Rudepoema (1926)
Choros n.º 05 (1926)
Cirandas (1929)
Saudades das Selvas Brasileiras (1927)
Valsa da dor (1930)
Ciclo Brasileiro (1936)
As Três Marias (1939)
Hommage a Chopin (1949)

Música de câmara

17 quartetos de cordas (1915–1957)
3 trios para piano, violino e violoncelo
Sexteto Místico (1917)
Quarteto Simbólico (1921)
Trio para oboé, clarinete e fagote (1921)
Noneto (1923)
Quarteto de sopros (1928)
Quinteto em Forma de Choros (1928)
Bachianas n.º 01 para conjunto de violoncelos (1930)
Bachianas n.º 06 para flauta e fagote (1938)
Trio de cordas (1945)
Duo para violiono e viola (1946)
Assobio a Jato (1950)
Fantasia Concertante (1953)
Duo para oboé e fagote (1957)
Quinteto instrumental (1957)

Violão

Choros n.º 01 (1924)
Estudos (1924–1929)
Prelúdios (1940)

Música vocal

Canções típicas brasileiras (1919)
Serestas (1925)
Bachianas n.º 05 (1938–1945) para soprano e 8 violoncellos
Floresta do Amazonas (1958)
Modinhas e canções (1933–1942)
Poema de Itabira (1942)

Música Coral

Vida Pura, oratório (1919)
Descobrimento do Brasil, 4 suítes (1937)
Missa de São Sebastião (1937)
Bendita Sabedoria (1958)
Magnificat (1958)

Música Dramática
I
zaht, ópera (1912/1918)
Magdalena, opereta (1947)
Yerma, ópera (1956)
A Menina das Nuvens, ópera bufa (1958)
Fonte(s):
http://pt.wikipedia.org/wiki/Heitor_Vill…


http://educacao.uol.com.br/biografias/heitor-villa-lobos.jhtm

Paula Fernandes - Pássaro de Fogo


Pássaro de Fogo

Paula Fernandes

Vai se entregar pra mim

Como a primeira vez

Vai delirar de amor

Sentir o meu calor

Vai me pertencer

Sou pássaro de fogo

Que canta ao teu ouvido

Vou ganhar esse jogo,

Te amando feito um louco

Quero teu amor bandido

Minha alma viajante, coração independente

Por você corre perigo

To afim dos teus segredos

De tirar o teu sossego

Ser bem mais que um amigo

Não diga que não

Não negue a você

Um novo amor

Uma nova paixão

Diz pra mim...

Tão longe do chão

Serei os teus pés

Nas asas do sonho rumo ao teu coração

Permita sentir

Se entrega pra mim

Cavalgue em meu corpo, ó ( ô ) minha eterna paixão...

Vai se entregar pra mim

Como a primeira vez

Vai delirar de amor

Sentir o meu calor

Vai me pertencer

Sou pássaro de fogo

Que canta ao teu ouvido

Vou ganhar esse jogo,

Te amando feito um louco

Quero teu amor bandido

Minha alma viajante, coração independente

Por você corre perigo

To afim dos teus segredos

De tirar o teu sossego

Ser bem mais que um amigo

Não diga que não

Não negue a você

Um novo amor

Uma nova paixão

Diz pra mim...

Tão longe do chão

Serei os teus pés

Nas asas do sonho rumo ao teu coração

Permita sentir

Se entrega pra mim

Cavalgue em meu corpo, ó ( ô ) minha eterna paixão...

Tão longe do chão

Serei os teus pés

Nas asas do sonho rumo ao teu coração

Permita sentir

Se entrega pra mim

Cavalgue em meu corpo, ó ( ô ) minha eterna paixão...

Oração de Proteção - Liturgia Guerreira


São Jorge

:: Santo guerreiro; Padroeiro da Inglaterra, Portugal, Lituânia e Geórgia

:: Data de comemoração: 23 de Abril

Em torno do século III D.C., quando Diocleciano era imperador de Roma, havia nos domínios do seu vasto Império um jovem soldado chamado Jorge. Filho de pais cristãos, Jorge aprendeu desde a sua infância a temer a Deus e a crer em Jesus como seu salvador pessoal.
Nascido na antiga Capadócia, região que atualmente pertence à Turquia, Jorge mudou-se para a Palestina com sua mãe após a morte de seu pai. Lá foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade - qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde. Com a idade de 23 anos passou a residir na corte imperial em Roma, exercendo altas funções.
Por essa época, o imperador Diocleciano tinha planos de matar todos os cristãos. No dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses.
Todos ficaram atônitos ao ouvirem estas palavras de um membro da suprema corte romana, defendendo com grande ousadia a fé em Jesus Cristo como Senhor e salvador dos homens. Indagado por um cônsul sobre a origem desta ousadia, Jorge prontamente respondeu-lhe que era por causa da VERDADE. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: "O QUE É A VERDADE ?". Jorge respondeu: "A verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e nele confiado me pus no meio de vós para dar testemunho da verdade."
Como São Jorge mantinha-se fiel a Jesus, o Imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. E, após cada tortura, era levado perante o imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar os ídolos. Jorge sempre respondia: "Não, imperador ! Eu sou servo de um Deus vivo ! Somente a Ele eu temerei e adorarei". E Deus, verdadeiramente, honrou a fé de seu servo Jorge, de modo que muitas pessoas passaram a crer e confiar em Jesus por intermédio da pregação daquele jovem soldado romano. Finalmente, Diocleciano, não tendo êxito em seu plano macabro, mandou degolar o jovem e fiel servo de Jesus no dia 23 de abril de 303.
A devoção a São Jorge rapidamente tornou-se popular. Seu culto se espalhou pelo Oriente e, por ocasião das Cruzadas, teve grande penetração no Ocidente.
Verdadeiro guerreiro da fé, São Jorge venceu contra Satanás terríveis batalhas, por isso sua imagem mais conhecida é dele montado num cavalo branco, vencendo um grande dragão. Com seu testemunho, este grande santo nos convida a seguirmos Jesus sem renunciar o bom combate.

Oração de São Jorge

Chagas abertas, sagrado coração todo amor e bondade, o sangue do meu senhor Jesus Cristo no meu corpo se derrame, hoje e sempre. Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge, para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, e nem em pensamento eles possam ter para me fazerem o mal, armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças quebrarão sem meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem.
Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder da sua santa e divina graça, a Virgem Maria de Nazaré me cubra com seu sagrado e divino manto, me protegendo em todas as minhas dores e afliçoes e Deus com a sua divina misericordia e grande poder seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos, e o glorioso São Jorge em nome de Deus, em nome de Maria de Nazaré , em nome da Falange do Divino Espirito Santo estenda-me o seu escudo e as suas armas poderosas defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza dos meus inimigos carnais e espirituais , e de todas as suas más influencias, e que debaixo das patas de seu fiel Ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a Vós sem se atreverem a ter um olhar sequer que me possa a prejudicar. Assim seja com o poder de Deus de de Jesus Cristo e da Falange do Divino Espirito Santo, 

Amém.

3 Pai Nosso
  3 Ave Marias
 Em louvor ao São Jorge.
Imagens do Google

sexta-feira, 2 de março de 2012

Oração a São Judas Tadeu

Imagem do Google
Oração a São Judas Tadeu

Mais santo apostolo São Judas Tadeu, fervoroso servo de Jesus a igreja o honra e o invoca universalmente como padroeiro das causas perdidas e assim eu peço que junto ao senhor venha pedir por mim Eu estou sozinho e desamparado. Faça uso, eu imploro, do seu especial privilégio que Jesus deu a vós para trazer um beneficio visível e rápido aqui a esse seu servo desesperado. Venha assistir a este servo que está em grande dificuldade e grande necessidade de consolo e ajuda e atribulado e com sofrimentos.

Assim me consiga a graça (diga aqui o seu pedido) e ainda a graça da salvação da minha alma.

E que isto possa agradar a Deus, a vós, seu eleito para sempre. Eu prometo amado São Judas Tadeu sempre honrar-vos com fervor e como meu especial padroeiro e encorajar a devoção a vós. Amém.

Skank-Tão Seu

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...